Um convite às montanhas capixabas

Seja no inverno, seja em qualquer outra estação, subir as montanhas capixabas é sempre uma ótima opção. Uma das mais belas regiões do Espírito Santo possui todas as  características de colonização alemã e italiana e um clima ameno e agradável durante todo o ano.

Domingos Martins é minha sugestão de destino. Campinhos, a sede do município, a 542 metros de altitude, está apenas a 43 km de Vitória. O acesso se dá pela BR-262.

Em uma caminhada pelas ruas e pela praça da cidade, muita história, cultura e gastronomia. Mas a região ainda guarda outros encantos. Seguindo por mais 50 km, ainda na BR-262, você chega a Vila de Pedra Azul, um distrito que surpreende pelas belezas naturais e que, rodeado pela Mata Atlântica, já foi até cenário de novela.

Antes de continuar com o nosso roteiro, quero lhe contar uma curiosidade. Você sabe por que a região é chamada de Pedra Azul? Ela ganhou esse nome devido à coloração de um maciço que pode ser visto de qualquer ponto da localidade. Nele há um líquen que, dependendo da posição do sol, dá a impressão de deixar a pedra com coloração azulada.

O maciço, além do nome, rendeu também um apelido: Pedra do Lagarto. Observando com atenção, principalmente em dias ensolarados, a pedra menor que está na lateral da maior se confunde com um enorme lagarto escalando a Pedra Azul.

Seja no inverno, ou em qualquer outra estação, subir as montanhas capixabas é sempre uma ótima opção

Lendas capixabas também estão presentes. Tem, por exemplo, a da pata da onça. Mas não quero me adiantar e estragar as surpresas que você irá descobrir por lá. Só se lembre de manter olhos e ouvidos bem atentos.

Além da visão e da audição, outro sentido que será bastante exigido nessa viagem é o paladar. Prepare-se para vivenciar sabores intensos. Há restaurantes, cafés e bistrôs! Todos preparados para surpreender com muito sabor, além da excelente estrutura. Tudo isso e muito mais você encontra na Rota do Lagarto e em seu entorno.

Em uma caminhada pelas ruas e pela praça da cidade, muita história, cultura e gastronomia

Uma rota turística capixaba que começa no km 90 da BR-262, na Casa do Turista, e segue por 8 km até a rodovia ES-164.

A região conta com diversas opções de hospedagem. Casas, chalés, hotéis e pousadas com estrutura para receber família e amigos.

O maciço, além do nome, rendeu também um apelido: Pedra do Lagarto. Observando com atenção, principalmente em dias ensolarados, a pedra menor que está na lateral da maior se confunde com um enorme lagarto escalando a Pedra Azul.

Quando o assunto é entretenimento, além do próprio Parque Estadual da Pedra Azul, há outras opções bem variadas: esportes radicais como rapel e escaladas, stand up no Lago Negro, trilhas pela mata, passeios a cavalo, aluguel de bicicleta ou mesmo de quadriciclo para conhecer toda a rota. Tem para todos os públicos. Viu só? Essa é uma região turística completa e pronta para receber capixabas e turístas.

Dica de hospedagem

BISTRÔ VISTA PEDRA AZUL

Endereço: Sitio Vitório Colodette, Rod. Geraldo Sartório – São Paulo do Aracê, Domingos Martins – ES, Telefone: (27) 99920-7123

O Chalé Vista Pedra Azul, é um cantinho super aconchegante. O acesso a ele fica no final da Rota do Lagarto. Seguem algumas fotos para vocês conferirem as instalações.

Mas o que mais chama atenção por lá é a vista, incrível, do outro lado da pedra. Ele fica bem no alto e isso ajuda a criar uma paisagem ainda mais bonita. O cuidado com os detalhes reflete o carinho com que os proprietários cuidam de tudo por lá. O atendimento é sem dúvida um outro diferencial deles.

Dica de Café

CAFÉ NO BULE

Endereço: BR 262, KM 88, entrada da Rota do Lagarto, Pedra Azul, Domingos Martins. 27 9 9660-6241.

@cafe.no.bule é o mais novo integrante dessa rota de delícias! Eles abriram tem só 3 meses 😱. A Kely nos recepciona de uma forma linda 😍! E os produtos, todos caseiros, são feitos com muito carinho. O local fica na entrada da Rota do Lagarto ao lado da Pousada Peterle. Vale a visita!

*Da redação

Envie seu comentário

%d blogueiros gostam disto: